A minha Bica

Um olhar de quem aqui nasceu...

quarta-feira, julho 23, 2008

Depois de mais uma pausa...

... achei que estava na altura de "voltar à carga".
Foram vários os factores que, em algumas ocasiões, me levaram a pensar se não seria melhor parar de escrever este blog. A começar na acumulação de mais um emprego (já que isto anda cada vez pior), e passando por algumas desilusões relacionadas com pessoas e grupos que aos poucos vou-me deixando de identificar...
Apesar de ter chegado já de madrugada de um trabalho e ter saído ainda não era de dia para outro é nestas alturas, quando a Bica dorme, que eu mais gosto de andar pelo Bairro. O silêncio que invade estas ruas neste pequeno intervalo de tempo funciona como uma espécie de calmante, que me relaxa e me faz esquecer alguns aspectos menos positivos que vejo durante o dia. É a Bica que não avançou no Tempo, a Bica "Intemporal" que me mostra sempre um pouco da sua história cada vez que passeio por ela, seja ao descobrir uma pequena janela escondida ou relembrar pessoas que já lá viveram quando passo pelas suas portas. É o Bairro no seu estado mais puro, aquele que por momentos me faz sentir pequeno mas ao mesmo tempo como se fosse só meu...
Todos estes pensamentos me fazem vontade de deitar cá pra fora tudo o que absorvi. E no fundo, este blog serve para isso mesmo... mesmo sabendo que é lido por muito pouca gente, preciso de registar estas pequenas memórias antes que o Tempo as trate de ir apagando...


PS: A foto nao foi tirada por mim mas sim pela fotógrafa Ana Marques, e por estar tão excelente nao pude deixar de a colocar... podem encontrar esta e outras da Autora em http://olhares.aeiou.pt/galeriasprivadas/browse.php?user_id=24740

7 Comments:

Blogger Ana said...

Não deixes de escrever este blog. Eu não sei quantas pessoas o vêm, mas para algumas como eu, è a pouca ligaçâo que ainda tenho à Bica. À uns meses atràs, estava á procura de fotos da Bica, e encontrei o teu site. Para minha surpresa vi uma foto do meu tio (Artur Correia – Buga) que já não o vejo desde 95. A este ponto devo dizer que estou a escrever da Australia. Estou aqui desde 1990, mas fui criada na Bica, como os meus avós e mãe. Se calhar ainda brincamos juntos ou provavelmen ès muinto mais novo do que eu. Espero que não deixes de escrever este blog. È o sitio onde eu de vês em quando recebo e sinto um pouco da alma do sìtio. Sinto muinta falta de algumas pessoas e desse lugar e cada vês que escreves é como um beijinho de casa. Por exemplo o que escreveste sobre o Careca. Continua a escrever, e a sentir a vida e a poesia da Bica.
PS - Desculpa dos assentos (It’s the keyboard)

2:51 da tarde  
Blogger Ana said...

Não deixes de escrever este blog. Eu não sei quantas pessoas o vêm, mas para algumas como eu, è a pouca ligaçâo que ainda tenho à Bica. À uns meses atràs, estava á procura de fotos da Bica, e encontrei o teu site. Para minha surpresa vi uma foto do meu tio (Artur Correia – Buga) que já não o vejo desde 95. A este ponto devo dizer que estou a escrever da Australia. Estou aqui desde 1990, mas fui criada na Bica, como os meus avós e mãe. Se calhar ainda brincamos juntos ou provavelmen ès muinto mais novo do que eu. Espero que não deixes de escrever este blog. È o sitio onde eu de vês em quando recebo e sinto um pouco da alma do sìtio. Sinto muinta falta de algumas pessoas e desse lugar e cada vês que escreves é como um beijinho de casa. Por exemplo o que escreveste sobre o Careca. Continua a escrever, e a sentir a vida e a poesia da Bica.
PS - Desculpa dos assentos (It’s the keyboard)

2:53 da tarde  
Blogger Curly Z said...

Muito Obrigado pelo teu comentário, depois dou um bjinho por ti à Prazeres.. :)

PS: Foste para a Austrália tinha eu 15 anos... :)

5:20 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Gostei particularmente deste post...até porque oiço constantemente a expressão "tens que conhecer a Bica de madrugada, é um silencio diferente...".

keep up the good work

morena

8:20 da tarde  
Blogger LEOJ said...

Este blogger é bastante interessante não deixe de escrever para mim a Bica deixa-me muitas boas recordações da juventude,um dia gostaria de poder entrar em contaco ,nem que fosse só por Email

8:18 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

apesar de ja nao ser moradora oficial da bica,continuo presa a ela, por sentimentos,emoçoes e recordaçoes... continua a escrever, inspiras memorias...

11:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá
O meu nome é Paulo e nasci na Bica à 42 anos.
Ler este blog deu um nó na garganta.
Não sei quem és mas de qualquer forma dá um abraço a esse pessoal que eu já não vejo à tanto tempo.
Tenho especial saudade do mitico Zé Traquete esse malandro que cresceu comigo.
Para qualquer contacto: paulo.suzuki46@gmail.com

9:59 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home